O Fundo Monetário Internacional (FMI) estima que a inteligência artificial (IA) afetará 40% dos empregos em todo o mundo até 2030. 

O estudo, divulgado nesta quinta-feira (16), aponta que a IA terá um impacto significativo em setores como manufatura, serviços financeiros e transporte.

Segundo o FMI, a IA pode gerar novos empregos em áreas como desenvolvimento de software, análise de dados e engenharia. No entanto, o estudo também alerta que a IA pode levar à perda de empregos em áreas que são automatizáveis.

O FMI recomenda que os governos e as empresas tomem medidas para mitigar os impactos negativos da IA no mercado de trabalho. Entre as medidas recomendadas estão a educação e o treinamento de trabalhadores para as habilidades necessárias para a economia digital.

Impacto para os brasileiros

O impacto da IA no mercado de trabalho brasileiro também será significativo. Segundo um estudo da consultoria McKinsey, a IA pode afetar até 50% dos empregos no Brasil até 2030.

O governo brasileiro já está tomando medidas para mitigar os impactos negativos da IA no mercado de trabalho. Em 2023, o governo lançou o programa “ReSkill Brasil”, que visa capacitar trabalhadores para as habilidades necessárias para a economia digital.

Quais são as áreas mais afetadas pela IA?

As áreas mais afetadas pela IA são aquelas que envolvem tarefas repetitivas, previsíveis e automatizáveis. Isso inclui setores como:

  • Manufatura: a IA já está sendo usada para automatizar tarefas como montagem, controle de qualidade e logística.
  • Serviços financeiros: a IA está sendo usada para automatizar tarefas como análise de crédito, atendimento ao cliente e gestão de investimentos.
  • Logística e transporte: a IA está sendo usada para automatizar tarefas como direção, monitoramento de frotas e entrega de mercadorias.
  • Administração e serviços: a IA está sendo usada para automatizar tarefas como processamento de dados, atendimento ao cliente e gestão de projetos.

Além dessas áreas, a IA também está impactando setores como:

  • Saúde: a IA está sendo usada para desenvolver novos tratamentos, diagnosticar doenças e fornecer atendimento ao paciente.
  • Educação: a IA está sendo usada para personalizar o aprendizado, automatizar tarefas administrativas e fornecer suporte aos alunos.
  • Comércio: a IA está sendo usada para recomendar produtos, personalizar a experiência de compra e automatizar tarefas administrativas.

Dicas para se preparar para o futuro do trabalho

Para se preparar para o futuro do trabalho, é importante desenvolver habilidades que sejam valorizadas na economia digital. Essas habilidades incluem:

  • Habilidades cognitivas: capacidade de resolver problemas, pensar criticamente e tomar decisões
  • Habilidades técnicas: conhecimento de tecnologias emergentes, como inteligência artificial, computação em nuvem e big data
  • Habilidades sociais e emocionais: habilidades de comunicação, colaboração e resolução de conflitos

É também importante estar aberto a aprender novas habilidades e adaptar-se às mudanças no mercado de trabalho.

Como as empresas podem se preparar para este futuro?

Investimento em treinamento e desenvolvimento de funcionários

A IA está mudando as habilidades necessárias para o sucesso no trabalho. As empresas precisam investir em treinamento e desenvolvimento para seus funcionários, a fim de prepará-los para as novas demandas do mercado de trabalho.

O treinamento deve focar em habilidades cognitivas, técnicas e sociais e emocionais. As habilidades cognitivas incluem a capacidade de resolver problemas, pensar criticamente e tomar decisões. 

As habilidades técnicas incluem conhecimento de tecnologias emergentes, como IA, computação em nuvem e big data. As habilidades sociais e emocionais incluem habilidades de comunicação, colaboração e resolução de conflitos.

Repensar os processos de trabalho

A IA pode ser usada para automatizar tarefas repetitivas e previsíveis. As empresas podem aproveitar as vantagens da IA repensando seus processos de trabalho.

Isso pode incluir a automação de tarefas, a substituição de tarefas por máquinas e a reestruturação de tarefas para aproveitar as habilidades da IA.

Criar uma cultura de inovação e aprendizagem contínua

A IA está em constante evolução. As empresas precisam criar uma cultura de inovação e aprendizagem contínua para acompanhar as mudanças.

Isso pode incluir a promoção de um ambiente de experimentação e a criação de oportunidades para os funcionários aprenderem sobre novas tecnologias.

Confira a seguir algumas práticas específicas que as empresas podem adotar para se preparar para a IA:

  • Identifique as habilidades necessárias para o futuro do trabalho
  • Desenvolva um plano de treinamento e desenvolvimento para seus funcionários
  • Avalie seus processos de trabalho para identificar oportunidades de automação
  • Invista em pesquisa e desenvolvimento para explorar novas aplicações da IA

O que se pode esperar? 

Como percebemos, a inteligência artificial (IA) está transformando o mercado de trabalho, com um impacto significativo em diversas áreas. 

As empresas, os governos e os trabalhadores precisam se preparar para esse impacto, a fim de aproveitar as oportunidades que a IA oferece e mitigar os seus impactos negativos.

Para as empresas, é importante investir em treinamento e desenvolvimento de funcionários, repensar os processos de trabalho e criar uma cultura de inovação e aprendizagem contínua. 

De igual maneira, algo deve ser feito também pelos governos. Eles devem desenvolver políticas para apoiar a qualificação da força de trabalho e mitigar os impactos negativos da IA. 

Por fim, os trabalhadores devem estar atentos às mudanças no mercado de trabalho e estar dispostos a se adaptar.

Gostou da nossa matéria? Clique aqui e leia mais!